Escotismo em Torres Vedras

Ajudamos a dar mais vida ao centro histórico da cidade!

Responsáveis adultos no Escotismo

 

Os Dirigentes escotistas, também conhecidos como escoteiros-chefes, são voluntários adultos com idoneidade e que assumem um compromisso responsável de aplicação do método escotista nas estruturas onde assumem funções.

Os Dirigentes escotistas, ao nível das estruturas locais, trabalham voluntariamente, não usufruindo qualquer remuneração pelas tarefas que executam.
A admissão e continuidade na AEP de Dirigentes e voluntários adultos serão sempre condicionadas pela necessidade de garantir a segurança e proteção dos jovens, o seu desenvolvimento continuado e a igualdade de oportunidades.

Para que sejam nomeados dirigentes, os candidatos frequentam cursos de formação específica, administrados por formadores especializados na estrutura formativa de recursos adultos da AEP, a ENFIM (Escola Nacional de Formação da Insígnia de Madeira).

  • É responsabilidade de todos os adultos assegurar que:
  • O seu comportamento é sempre apropriado;
  • As regras para a proteção e integridade dos jovens são cumpridas;
  • Desenvolvem as ações adequadas perante a suspeita ou descoberta de maus tratos ou abusos de jovens;
  • Reconhecem a posição de confiança em que foram colocados;
  • As atividades são desenvolvidas num ambiente de respeito público.

 

Para cada cargo de chefia nas estruturas pedagógicas de um Grupo de Escoteiros existem mínimos e máximos de idade para os seus Dirigentes.

Todos os responsáveis adultos da AEP aquando do seu recrutamento e posteriormente anualmente certificam a sua idoneidade junto dos Serviços Centrais da AEP com a apresentação de certificado criminal, de acordo com os dispostos na Lei 113/2009 de 17 de Setembro sobre a Proteção de Menores.

 

Todos os responsáveis adultos da AEP exercem as suas funções seguindo os dispostos nas seguintes políticas associativas e código de conduta:

Imprimir Email

0
0
0
s2sdefault

Escotismo com tradição!

Os escoteiros estão em Torres Vedras desde 1914 e o 129 foi oficialmente reaberto em 1999.

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência como utilizador. Ao continuar a navegar está a concordar com a utilização de cookies neste site.
Ok